DESIGNLAB

Design, Tipografia e Multimédia.

Archive for Links do dia

Links do dia: Gráficos, Design e Criatividade

Website da Ideo

Mais uma edição dos cronologicamente erráticos links do dia!

O primeiro e merecido link é para o Podcast da Debbie Millman – Design Matters. Uma entrevista deliciosa com Tim Brown onde se discute o (controverso?) conceito de Design Thinking e a abordagem da IDEO. A propósito da discussão há muito iniciada (continuada, e continuada…) no blog Ressabiator, esta é talvez a posição mais interessante na definição de um Designer. Vale a pena ouvir: http://observermedia.designobserver.com/show_designmatters.html

Podcast 99% Invisible

Ainda no tópico dos Podcasts, o segundo link é dedicado a uma atividade de criação que gostava de experimentar – desenho e criação de selos – afinal de contas, pela descrição, um selo não é uma pintura pequena (como muita gente pode pensar) mas um autêntico processo de criação e design. O Podcast é o 99% Invisible – um podcast com uma produção áudio excelente: http://itunes.apple.com/WebObjects/MZStore.woa/wa/viewPodcast?id=394775318

Everything is a Remix (Episódio 1 @ Vimeo)

Já que estamos no tópico de criatividade. Um link partilhado no Facebook pelo Daniel B.: Everything is a remix: a serie de 4 episódios agora esta completa. Episódio 1 (e restantes links): https://vimeo.com/14912890

Um artigo excelente para quem quer começar a desenhar gráficos AKA visualização de informação, com exemplos do Nicholas Felton, Casey Reas e Ben Fry. Sem esquecer a incontornável referência ao Edward Tufte. Uma leitura rápida e “recheada”: http://lab.softwarestudies.com/2012/02/5-minute-guide-graphic-design.html Via goole+ Lev Manovich

Poster do ENED @ Átrio do DeCA

Um destaque bem merecido para o Encontro Nacional de Estudantes de Design (ENED). Para além de me ter chamado a atenção da coincidência do nome e do logótipo com a nossa conferência, o programa promete: http://enedesign.net/

Raphael @ Smashing Magazine

Uma outra entrada que tem sido alvo recorrente neste blog é a análise de ferramentas criativas (neste caso de programação gráfica). Uma adição à lista que tenho que fazer neste post antigo é o do Raphael. Vista e muito bem documentada no “The future of coding”: http://coding.smashingmagazine.com/2012/02/22/web-drawing-throwdown-paper-processing-raphael/

Por fim e não menos impressionante é a última jogada da Canonical – transformar o nosso dispositivo móvel (AKA telefone, tablet) num ultra portátil em que só precisamos de uma dock: http://www.ubuntu.com/devices/android

Links do dia: Leituras e livrinhos…

Quem me conhece, sabe que sou um consumidor compulsivo de livros da Amazon. Ou porque ouço falar, ou porque vejo um link, ou porque apenas gostei do título e índice (Prof. Marcelo cuidado—qualquer dia quem faz a rubrica semanal dos livros sou eu!). Pode ser um problema na conta bancária de vez em quando, mas a verdade é que se vão apanhando alguns títulos interessantes que não dá para esperar que saiam em português. É o caso dos livros que adicionei ao carrinho de compras esta semana: In The Plex, de Steven Levy! Já não basta a biografia de Steve Jobs que estou desejoso por ler, mas consegui arranjar mais um livro de um dos meus autores favoritos. Apesar de ter apenas um par de livros, não estou a exagerar—ora vejam só a página dele na Amazon—confesso que se pudesse desgraçava-me…

Generative Gestaltung @ Vimeo

Outra desgraça em forma de livro à espera de acontecer (à minha conta bancária)—este ainda não tive coragem de comprar: http://vimeo.com/9273490

 

Processing 2.0 Alpha

Esta semana estive a trabalhar num novo sketch de Processing. Muito entusiasmante foi ver que Casey Reas anunciou o desenvolvimento da nova versão (2.0) do Processing. Ainda está em versão alpha, mas apesar de instável, pareceu-me mais rápido (com o modo 64bit). Vai conter ferramentas novas como o videomaker, mas que ainda não deu para testar. Disponível para download no Google Code: http://code.google.com/p/processing/downloads/list. Escusado será listar a quantidade de livros que há dedicados ao Processing… na minha prateleira conto oito, alguns já aqui listei. Por um lado espero que lancem um novo livro, com algoritmos novos e referências a mais autores e exemplos. Por outro lado a minha conta agradece que não o façam! ;) Uma coisa é certa, o código / sintaxe parece estar estável, o que é bom para poder evoluir na aprendizagem e não estar constantemente a reescrever coisas antigas.

Via @Reas

 

Internet—vantagens e desvantagens à luz de 1996

Por fim, —”Lembram-se do Netscape?”— Tinha feito esta pergunta há um par de semanas no início das aulas de Web e HTML da licenciatura. Ninguém, mesmo ninguém se lembrava, nem faziam a menor ideia. Confesso que também o usei pouco (só comecei a usar a Internet a sério a partir de 1999), mas isso só tornou o último link completamente inesperado e ainda mais divertido de ler: http://technologizer.com/2011/10/28/the-pros-and-cons-of-the-internet-as-taught-to-students-in-1996/. E é incrível verificar como ainda muita gente mantém estas opiniões… No comments…

Via (o incomparável) @Petrvanblokland

Links do dia: Jobs, virtual e aumentado

MacBreak Weekly: Inside Jobs

Aqui está mais uma edição dos links do dia. Esta semana, foi marcada pelo meu regresso aos podcasts… Com o iPhone carregadinho de vozes e vídeos, acabo por trazer uma maior variedade de links (vídeo, textos, áudio, tutoriais, aulas…). Os temas abordam os últimos eventos destas semanas que passaram (conferências e a morte do Steve Jobs), mas também uma série de links (sobre arte digital e programação) que têm ficado por mencionar. É o caso dos últimos links e referências sobre arte digital que têm origem nos vários ecos de conversas, tal como com o Ricardo M. no Facebook, ou com o meu colega de departamento João M. (já pareço um concorrente da casa dos segredos a falar!).

Obviamente a maior influência da semana foi o TWiT, mais concretamente o último episódio do MacBreak Weekly (acima). Até porque, o que (me) marcou a semana, ou melhor, as últimas semanas foi a morte de Steve Jobs. Foi sem dúvida uma grande perda e, pelos vistos, uma morte desnecessária (talvez se tivesse autorizado ser operado quando os médicos recomendaram…?).

Sem demoras, Walter Isaacson publicou a controversa e super-secreta biografia (escrita em colaboração com Jobs) que está a fazer correr muita tinta. Consta que não era uma pessoa fácil, chegando mesmo a ser desagradável com a própria equipa. Extremamente competitivo e arrogante, tinha por objetivo “esmagar a concorrência”, e acabou sentiu a pressão do “roubo” de ideias que o catapultou para a fama virar-se contra ele depois da década de 1990… O livro está cheio de episódios de pura loucura e arriscada gestão pessoal e profissional (para mim, o melhor eles todos é quando “dá uma tampa” à primeira dama Michelle Obama, quando esta o convida para ir jantar com o Presidente dos EUA Barak Obama!). Afinal Jobs não era um génio como os Mac-fan-boys gostam de o “pintar”… Aparentemente era apenas uma pessoa extremamente persistente, com uma grande capacidade de identificar e juntar as oportunidades às pessoas certas.

Agora, ao rever o post antes de o publicar, confesso que esta entrada começa a parecer um pouco esquizofrénica. Mas, mesmo faltando um pouco de direção e organização, não quis deixar de postar esta coleção de links da semana. Afinal de contas, prometido é devido!

 

Microsoft Holowdesk @ Youtube

“Beam me up Scotty!” Neste caso, diretamente para o futuro. Entre o James T. Kirk (AKA William Shatner) e Jean Luc Picard (AKA Patrick Stewart), a escolha pode não ser fácil. Mas uma coisa é certa, o Holowdeck da Enterprise é um dos brinquedos mais cobiçados de qualquer Trekkie. Ou deverei dizer Techie?

Tal como Jobs diria, “they’ve cracked it!”—a malta da microsoft juntou literalmente uma série de brinquedos (uma webcam, um computador e uma kineckt) e fez uma mesa de interação virtual: http://techcrunch.com/2011/10/21/microsofts-augmented-reality-3d-holodesk-lets-you-play-with-balls-in-real-time/.

Agora só falta juntarem o Asimo da Honda e a Siri da Apple… alguém consegue dizer Mr. Data? ;)

Via @johnmaeda

 

Tutorial de Cycles (Blender) por Andrew Price @ Vimeo

Por falar em virtual e simulação, finalmente o Andrew Price usa e explica o novo motor de render do Blender. Como sempre, os tutoriais dele são imprescindíveis. Têm um ritmo adequado à visualização e aprendizagem, são divertidos e em profundidade suficiente. E, porque às vezes é difícil mostrar exemplos de como o Blender é equivalente aos outros programas, recomendo vivamente este tutorial e as imagens e video que o ilustram—o resultado final de Price é impecável, como sempre: http://www.blenderguru.com/videos/introduction-to-cycles

 

ePubs interativos diretamente no InDesign CS5

Já que estou a mencionar tutoriais, aqui vai um podcast muito rápido acerca do uso do InDesign. Até agora era relativamente complicado criar interatividade com o InDesign para o formato ePub (formato editorial para dispositivos moveis como o iPad, iPhone, Kindle…). Existem vários plugins mais ou menos gratuitos como o Mag+, mas agora, basta atualizar os plugins do InDesign para ter funcionalidades básicas e fáceis de utilizar. Terry White explica isto no Podcast da Adobe: http://itunes.apple.com/podcast/adobe-creative-suite-video/id124921198

How to Create Scrolling Content in Your Digital Publication Using InDesign CS 5.5.
ReleasedOct 20, 2011

In this episode I’ll show you how to create Scrolling Content using InDesign CS 5.5 and the New Adobe Digital Publishing Suite. This scrolling content

Já descarreguei a atualização do InDesign, mas confesso que ainda não experimentei. Alguém quer experimentar e dar um feedback disto? É assim tão simples e rápido?

 

Resmas de Gajas! Nelo vs. Arrays @ Slide Share do Carlos Santos

Ainda no tópico de tutoriais, já Twittei e postei no Facebook este, mas é um link tão bom, que decidi publicar aqui no blog novamente.

O meu colega Carlos Santos disponibilizou as aulas de Javascript online (entre outras). De Javascript não percebo nada, mas ainda vou percebendo alguma coisa de introdução à programação. Os slides são claros, concisos e eficientes (até eu percebo!). Mas o que se destaca mesmo é abordagem de Santos—pura e simplesmente genial! Humorada, exemplificativa e com a profundidade suficiente para o nível introdutório. Vejam o drama do Nelo no Slideshare:

O Nelo tem “resmas de gajas” e precisa guardar os nomes em algum lado. Como ajudá-lo utilizando JavaScript? #arrays http://www.slideshare.net/csantos/labmm3-aula-terica-10

 

Marius Watz @ Eyeo Festival 2011 (Vimeo)

Acho que já aqui tinha deixado um link para o canal do Vimeo deste festival, mas nunca é demais relembrar quando se tem acesso a tantos registos de conferências dos nossos artistas digitais preferidos… Desta feita Marius Watz. Não é para todos os gostos. Sempre num registo abstrato, muita atitude freak (ou melhor, geek?), por vezes demasiado colorido nas suas criações. Mas uma coisa é certa, os gráficos dele não passam despercebidos. Para mim, verdadeira inspiração, autêntica arte digital. Vejam a conferência dele no canal do Vimeo do Festival Eyeo 2011: http://vimeo.com/30035982.

No canal do festival estão disponíveis vídeos de Amanda Cox, Aaron Koblin, Ben Fry & Casey Reas, Zach Lieberman e Nicholas Felton (entre outros).

O que é engraçado constatar, assim como com a maior parte destes artistas digitais do século XXI, o código (ou o ato de saber programar) é uma competência básica, uma literacia fundamental. Também defendo isto. Atualmente, um artista, um designer, um autor precisa de adquirir não só a literacia básica do século XX, mas também literacia visual  e literacia digital (ver mais aqui, aqui, aqui e aqui).

Sem me alongar muito mais (já passei em muito a minha conta neste link), outras referências e livros sobre autores, temas, movimentos e criações que tenho e que considero imprescindíveis para o tema são:

Mas enfim. Começo a achar que tenho que fazer um post dedicado só a estes autores e referências literárias sobre o tema… Por isso, se tiverem mais referências, deixem-me um comentário ;)

Links do dia: 7 Milhões

7 Milhões por National Geographic

Como se não bastasse andar de comboio (muitas vezes cheio), este vídeo da National Geographic relembrou-me de forma deprimente quão complexo pode ser o mundo… Acho que nunca estamos preparados para ver estes números, mesmo depois de ler o “You Are Here” de Christopher Potter. Uma infografia animada excelente! Via ILT.

Pormenor da página do Guardian Online

Branding sobre Branding, ou Naomi Klein, sobre Naomi Klein? De qualquer forma é sempre uma leitura muito perspicaz sobre os meandros retorcidos da sociedade actual: http://www.guardian.co.uk/books/2010/jan/16/naomi-klein-branding-obama-america/print. Via email da Catarina C.

Documentário sobre o Arduino no Vimeo

Mudando da sociedade para a tecnologia, aqui vai um documentário sobre o desenvolvimento do Arduino. Nasceu de um projecto académico individual (Wiring) e já mereceu o reconhecimento mundial dos criadores e artistas de variadas áreas. Ainda não acabei de o ver, mas fiquei agarrado aos primeiros 5 minutos! Já está no iPhone, e, na altura em que este post sair, já devo ter acabado de o ver. Merece ser visto, especialmente pelos artistas digitais e programadores ;) Realmente inspirador. Via @mbanzi.

Optical Margin Alignment no InDesign

Por fim, como alinhar opticamente a pontuação no InDesign—este não é tanto um link como uma referência, e quase que merece um post por si só…

Na última Computer Arts (nº 183), vem uma pequena peça sobre tipografia com InDesign escrita por Jo Gulliver (p. 68), que quase descartei—normalmente estas peças são bastante superficiais e passo-as à frente com um grunhido de superioridade e desdém… Desta vez, li superficialmente e quase que me passei quando vi explicado uma técnica de “pendurar” opticamente a pontuação fora das margens das colunas.

Apesar de saber que estava por lá, nunca mais a usei desde o tempo em que larguei o Freehand—a famosa opção de “Hanging Puctuation”. Pois bem, a verdade é que já me tem feito falta, mas a pressa e a pressão de ter as coisas prontas a tempo acaba sempre por se sobrepor… não é tão simples como no Freehand, mas temos maior controlo no InDesign (err… duh!?). Basta navegar até ao painel Type & Tables > Story. Depois, com o texto, ou a frame seleccionada, activar a opção Optical Margin Alignment e configurar a compensação relativa ao corpo que queremos utilizar—o que é óptimo para quando queremos fazer destaques ou citações com aquelas “modinhas” de inserir aspas gigantes. De qualquer forma, é rápido, fácil e mais poderoso do que no Freehand!

Criação, Tecnologia, Caligrafia e Tipografia

Cartaz de divulgação da Mostra de Projectos LCD

Esta entrada não é bem um post dos links do dia, mas, como são demasiado importante para não divulgar, deixo aqui um par de eventos na Audiência Zero e uma série de entradas a não perder. Os primeiros dedicados à tecnologia e electrónica.

Mostra de Projectos LCD 2010, hoje, Sábado 15 de Maio pelas 21:00. Não percam. Já estive presente  numa mostra e vale a pena. Muito boas ideias, projectos interessantes e aplicações de tecnologia espectaculares!

No próximo dia 15 de Maio de 2010 a partir das 21h00, o LCD abre as suas portas ao público em geral para mais uma mostra de projectos. Trata-se de um evento informal, e uma excelente oportunidade de conhecer os membros do LCD, o seu trabalho e o espaço que temos vindo a remodelar aos poucos desde Setembro do ano passado.

A entrada é livre e todos são bem-vindos.

http://labcd.org/2010/05/05/mostra-de-projectos-lcd-2010/

Cartaz de divulgação da aula

Aula prática de introdução à electrónica. 27 de Maio das 20:00—00:00.

Para quem quer dar os primeiros passos nas instalações artísticas manipuladas por computador ou dispositivos electrónicos ou digitais como o Arduino esta é uma aula a não perder!

(Confesso que estou muito inclinado para me inscrever e, se arranjar companhia vou fazê-la. Só estou à espera de uma boa desculpa. A verdade é que nesta data estou super atarefado até porque no dia 28 vou fazer-me à estrada bem cedo de manhã…)

As aulas práticas do LCD são uma forma dos membros do laboratório poderem partilhar com a comunidade o conhecimento que vão adquirindo durante o desenvolvimento dos seus projectos.

Estas aulas consistem em sessões de trabalho orientadas com entre duas a quatro horas em que os participantes se envolvem na execução de mini projectos que lhes permitem adquirir e partilhar conhecimentos teóricos e práticos de uma forma informal.

Estas actividades arrancam já no próximo dia 27 de Maio com uma introdução à electrónica através da montagem de circuitos simples.

http://labcd.org/2010/05/14/aulas-praticas-lcd/

Caligrafia por Hermann Zapf

Para quem gosta de caligrafia, ou acha que as letras são uma coisa que aparece apenas nos menus do MS Word, fica aqui uma pérola do passado—um documentário onde o Hermann Zapf explica a sua abordagem aos desenho de letras (caligrafia ou exercícios de lettering livre) com aparo e com esferográfica.

Segundo os comentários, é um documentário dos meados dos anos 60 onde os computadores estavam a dar os primeiros passos… melhor do que isto é muito difícil! Mesmo!

Vejam aqui: http://vimeo.com/5385464

Cadernos de Tipografia 16

Já está cá fora a última edição dos cadernos de tipografia editados por Paulo Heitlinger. Mais uma vez, nesta edição encontramos uma série de artigos de elevado interesse e raridade no panorama nacional. Já folheei o PDF e saltam à vista peças como os novos pictogramas e mapas e o trabalho de Carlos Rosa, a exposição Letras de Chumbo e a publicação de Livros de Provas de Jorge dos Reis, o destaque à Tipos Latinos 2010 juntamente com um panorama da tipografia latino-americana actual e os primeiros tratados de caligrafia em Portugal. Qualquer um destes temas é motivo de interesse e de orgulho para os Tipófilos latinos.

Por outro lado, esta edição também vem acentuar uma tendência que se tem verificado nas últimas edições. Heitlinger tem vindo a publicar artigos que pouco ou nada se relacionam com a Tipografia e, nesta edição, mesmo muito pouco com Design de Comunicação. Falo do caso das duas peças finais dedicadas à mobilidade ciclável urbana!… Todos nós temos as nossas paixões, eu sei disto—sempre que o tempo permite vou na minha bicicleta urbana para a Universidade. Tudo bem que estas peças até estão no final… mas levam um destaque na capa?! Enfim… espero que tanto esta preciosa e única publicação portuguesa, como o seu autor não se percam mais em temas paralelos no futuro…

Descarreguem a última edição no site oficial: http://www.tipografos.net/cadernos

Links do dia: Storage & Videos

Format, Alan Warburton

Quem por aqui anda sabe que sou meio obcecado pela história e evolução dos computadores. A minha pasta de vídeos sobre o tema no disco do computador já conta com mais de 2 GB, e continua a somar. Desta feita, veio parar ao meu Vimeo uma animação de Alan Warburton feita em Maya + After Effects, muito bem ilustrada, sobre a  evolução dos formatos de armazenamento: Format: A Brief History of Data Storage. Vale a pena ver. Se conhecerem mais referências em vídeo, livros ou links mandem s.f.f.

Computers: An Illustrated HistoryAproveito para dizer que devorei a semana passada um livro que andava nos meus post-its há muito tempo: Computers: An Illustrated History de Christian Wurster. Quem me mostrou o livro há uns bons três anos atrás foi o Mário Moura e, desde então, tenho ficado à espera de o apanhar. Depois de perder a oportunidade de o comprar na Almedina (há cerca de um ano e meio), nunca mais o vi à venda nas lojas portuguesas. De certa forma, ainda bem. Na altura custava cerca de 15€ (barato), mas consegui compra-lo por cerca de 8€! Até foi um bom negócio…

IBM HDD, 1956

Já que estamos numa de revivalismos, aqui vai uma imagem que o meu Pai me mandou há dois anos atrás. Podia ler-se no email original:

In September 1956 IBM launched the 305 RAMAC, the first computer with a hard disk drive (HDD). The HDD weighed over a ton and stored 5MB of data.

BBS Documentary (Part 1 - Baud), Jason Scott

Já que estamos no assunto [de revisitar a história dos computadores], aproveito para divulgar um documentário de Jason Scott sobre a história das BBS. Encontrei-o a propósito da pesquisa que ando a fazer sobre o aparecimento e evolução das Comunidades Online. Tem 8 partes e mais de 5 horas de vídeo. Ainda só vi a primeira (mas o resto já está no iPod) e já posso confirmar a qualidade (geek) da coisa. É sempre espectacular ver nossos os “heróis” da Web a falar, tal como Ward Christensen, o “pai” das comunidades online. Dêem uma vista de olhos aqui: http://www.bbsdocumentary.com/ (o site é um bocado feio…), ou passem no Google e vejam o documentário: http://video.google.pt/videoplay?docid=-1731271864657931901&ei=NauDS7P-DZrj-AaR86ysDg&q=BBS+documentary+google&client=firefox-a#

Skank - Noites de um verão qualquer, Conrado Almada

Não tem nada a ver com o anterior a não ser o facto de ser um vídeo, mas… Excelente animação de Conrado Almada em stop-motion para o video dos Skank: http://blog.cchcreative.com.br/post/406945979/novo-clipe-do-skank-stop-motion-de-cair-o-queixo. Via mp do twitter @enoidago.

Meek & Muller conference @ Vimeo

Ultimamente, estou a tentar dividir os interesses deste blog com o Typeforge que me “pede” atenção que não disponho há já uns meses. No entanto, este post do Yves Peter no FontFeed é demasiado bom para deixar passar: 33pt Typography Symposium Lectures On Vimeo. Videos e mais videos à borla no Vimeo… como diz o Chris Anderson (o novo livro que estou a devorar, oferta da Catarina S.), o mercado dos bits não compete directa, ou linearmente com o mercado dos átomos. Traduzindo e remetendo para o capítulo 7 — Competing With Free, o registo destas conferências online de forma gratuita, tal como no caso das conferências da TED analisado no livro (p. 117), só aumenta o número de potenciais interessados em assistir às conferências presenciais pagas (átomos), e, a longo prazo, aumenta o número de receitas pela assistência presencial uma vez que cativam audiências num “mercado mais vasto”. Afinal de contas o Mundo é Plano (fantasma de leituras frescas…) Enfim… Já o Negroponte apregoava isto há mais de 14 anos atrás… Vês Catarina, como não só gostei do livro que me ofereceste, como já vou a meio?

20º Aniversário Photoshop

E por fim, já que estamos numa de história e revivalismos, quem diria que o nosso Photoshop já é maior de idade, saiu de casa e para o ano já está licenciado? Microsite de promoção dos 20 anos: http://www.photoshop20anniversary.com/?trackingid=FCRJR&lang=por Eu cá conheço-o desde pequenino ;)

P.S.: Dado que estou a separar os temas para optimizar o tempo de escrita nos blogs, aviso que logo à noite sai mais um conjunto de links no Typeforge. Passem por lá para dar uma vista de olhos: http://www.typeforge.net/blog/2010/02/28/this-week-in-type-free-is-also-elegant/

Links do dia: links e mais livros…

À medida que escrevo este post, apercebo-me que estou a ficar sem espaço em casa (prateleiras cheias de livros) e no disco do computador… (vídeos, links, imagens, ebooks, artigos, livros de tipografia e imprensa do Archive.org…). Ainda por cima, como vai reparar, ando entusiasmado com a abertura de uma nova conta na Amazon Associates UK. Enfim, desta vez coloquei uma série de referências a livros… também são links, não?

As CSS não deixam de me surpreender… A propósito dos melhores sites que usam as FontFonts do TypeKit, dei de caras com este portal de truques e dicas para CSS: http://css-tricks.com/attribute-selectors/.

Escusado será dizer que perdi quase uma hora a explorar os posts e a devorar especialmente o link acima — formatação condicional sem ter que mexer no HTML original! Vale a pena explorar melhor a formatação por selectores de atributos das CSS.

Para quem é “craque” de web design e quer saber mais sobre CSS recomendo este link. Para quem não é tão experiente ou convencido como eu, recomendo alguns livros.

CSS: The Missing ManualCSS: The Definitive Guide

Para quem já sabe um pouco de HTML / XHTML mas quer iniciar ou aprofundar conhecimentos sobre CSS recomendo vivamente este manual do MacFarland: CSS: The Missing Manual(~18€). A série “Missing Manual” é muito prática e completa. Ou qualquer manual da O’Reilly, que é capaz de ser a minha editora técnica preferida… O que tenho aqui ao lado é o do Meyer (que também é referido no post de cima com um outro livro que não conheço): CSS: The Definitive Guide (~25€)

Web Design: A Complete IntroductionDigital Multimedia

E para quem está a dar os primeiros passos na Web, não se sente seguro dos seus conhecimentos sobre multimédia digital ou edição para a Web, recomendo estes dois manuais do(s) Chapman. São muito bons a nível da fundamentação teorica e da aplicação prática (mas podiam ter mais exemplos…): Web Design: A Complete Introduction, (~35 €) e Digital Multimedia (também ~35€ novo). Conseguem comprar usados por menos de 20€ (que foi o que fiz), ou se forem professores, podem requisitar uma cópia de avaliação à Wiley.


Nicholas Felton (AKA Feltron.com) debaixo do capô. Graças ao Daniel B. e ao tumblr do Felton descobri que ele desenvolveu uma ferramenta — Daytum — para manter os dados estatísticos (a par e passo de uma folha de  cálculo para base de dados) e que está a usar o Processing para visualizar rapidamente as composições. Mais tarde edita e trata em Illustrator. Mais informações sobre o processo de trabalho associado ao relatório de 2009 aqui: http://feltron.tumblr.com/post/384316419/processing-and-the-2009-annual-report. Só ainda não desvendei como é que ele regista a informação… deve ter muuuiiiiiitaaaaa paciência!

Visualizing Data: Exploring and Explaining Data with the Processing  EnvironmentMais sobre o Processing ou sobre Visualização de Dados? Visualizing Data: Exploring and Explaining (~20€) e Processing A Programming Handbook for Visual Artists (~32€) entre outros disponíveis na minha loja da Amazon na secção de Manuais e Software.


No seguimento de vídeos como o da Honda Insight no Vimeo e do Tetris Humano (entre muitos outros no tema) aqui vai o LCD Humano da Coreia do Sul: http://www.youtube.com/watch?v=7Jgkm2pdWgY. Via retweet do @cunabula.

Links do dia

Simple Folio: um tema agradável, funcional e gratuito para WordPress:http://demo.slimmity.com/simplefolio/. Via Smashing Magazine: http://www.smashingmagazine.com/2010/02/07/simplefolio-a-free-clean-portfolio-wordpress-theme/

É sempre muito gratificante constatar que as nossas opiniões são partilhadas por outras pessoas. Neste caso, trata-se da abertura do processo de colaboração tendo em vista a produção de algo (relacionado com Design de Comunicação), resultando num processo de aprendizagem e crescimento partilhados. Ainda para mais, é óptimo ver o nosso trabalho ser mencionado no processo. Uma apresentação de 1 de Fevereiro do Open P2P Design (Massimo Menichinelli) menciona o Typeforge. Mais informações sobre o grupo de investigação no site, ou no blog: http://www.openp2pdesign.org/blog/

Já aqui postei o trabalho do Felton. Este, do Dan Meyer, é na mesma linha — relatório de actividades (estatístico) anual. Motion graphics no seu melhor: http://vimeo.com/9117064. Parece que o que está a dar é registar tudo o que fazemos… um pouco obsessivo, não? (por falar nisso, o “making of” do relatório do Felton pode ser visto aqui: http://feltron.tumblr.com/post/378819623/the-making-of-the-year-in-numbers)

Por falar em visualização, como é que o Meyer e o Felton fazem as suas estatísticas? Uma das respostas pode ser dada através desta ferramenta de registo e visualização de movimentos (do rato) em ecrã: http://flowingdata.com/2010/02/09/track-mouse-activity-on-your-computer/

Eyetracking Web Usability (Voices That Matter) Já que estamos numa de estudos de visualização, o Jakob Nielsen tem um  novo livro cá fora: Eyetracking Web Usability. Via Net @ Night.

Já agora, ajudem a suportar este blog e comprem o livro através do meu link da Amazon: Eyetracking Web Usability (Voices That Matt…, Jakob Nielsen, £21.99 (~25€)

Confesso que este livro e os estudos do Nielsen (especialmente este) vieram colmatar uma falha (muito) grave em citar fontes no livro Basics Design: Grids de Gavin Ambrose. Não sei se o esquema de leitura em padrão “F” na Web foi retirado do estudo do Nielsen, mas a verdade é que a coincidência é demasiado grande para não reparar.

Enfim, de qualquer forma, ouçam o podcast. O Nielsen é o “guru da usabilidade online” e é sempre giro ver ou ouvir os nossos autores a falar (spoiler: o Nielsen é “sopinha de massa”)

Depois do Epic 2015 e do The Machine is us/ing us este é o melhor vídeo que vi sobre como o o Google (enquanto símbolo da “máquina” comercial que é a web) está a tomar conta das nossas vidas: http://www.youtube.com/watch?v=nnsSUqgkDwU. Especialmente porque é dia dos namorados e porque o vídeo tem o seu quê de romântico. Via Motionographer.

O estado da Web social: http://www.briansolis.com/2010/02/the-internationalization-of-social-media/. Via e-mail da Marta. M. Um apanhado global sobre o uso das principais tecnologias ou tendências na Web por país…. África continua a não “acender” no mapa e Portugal acende com um vergonhoso Hi5 a liderar juntamente com a Tailândia… o que é que se há-de fazer? De qualquer forma, o que é mesmo assustador é ver que a China está a liderar os acessos com 117M contra os 97M dos Estados Unidos. Depois de ler o Mundo é Plano (sim, finalmente acabei) a confirmação destes dados é mesmo assustadora. Ah, e as visualizações são excelentes!

Links do dia

Relatório anual Feltron: http://feltron.com/index.php?/content/2009_annual_report/. Já comprei e estou à espera. Visualização de informação no seu melhor, apesar do relatório deste ano ser menos interessante do que os dos anos anteriores. É o que dá quando aliamos um comportamento obsessivo, muitos diários e um designer de informação…

Teoria das cores para designers — parte 1, significado : http://www.smashingmagazine.com/2010/01/28/color-theory-for-designers-part-1-the-meaning-of-color/. Teoria das cores para designers — parte 2, terminologia (aspectos mais técnicos): http://www.smashingmagazine.com/2010/02/02/color-theory-for-designers-part-2-understanding-concepts-and-terminology/. A Smashing Magazine é definitivamente uma fonte de posts excelentes! Literatura “light” sobre cor, mas que cobre aspectos muito variados e relacionados.

iPhone Workshop 2 @ CADA: http://www.cada1.net/?p=88

Workshop de Desenvolvimento de aplicações para iPhone
6, 8, 9, 10 Março, 2010, Lisboa

Apesar de já ter comprado um Mac e estar a caminho do iPhone, ainda não é desta que consigo o tempo e a energia para aprender a desenvolver aplicações. Para quem puder, é um evento e um mercado a não perder…

Dezenas de livros (eBooks) de comunicação gratuitos para download. Muitos, talvez demasiado sobre jornalismo, mas efectivamente alguns muito interessantes, como o da Recuero sobre as redes sociais, ou o do Martins sobre o branding. Via WebMania: http://2.0.bloguite.com/recursos/dezenas-ds-livros-de-comunicacao-gratis-para-download.html

Nova edição da Destructed já está cá fora: http://www.destructed.info/

Best of… this past few weeks on Firefox

Aqui estão os tabs resistentes que tenho abertos no meu Firefox das últimas semanas…

image

ReadWriteWeb is a blog about Web technology and new media. On this page you’ll find a selection of our most popular posts.
Top 10 Semantic Web Products of 2008;
Top 10 Web Platforms of 2008;
2009 Web Predictions;
What’s Next After Web 2.0;
35 Ways to Stream Your Life;
A Guide to The Contextual Web

image

http://www.markboulton.co.uk/journal/comments/why_self_publish/

Two weeks today, I’ll be releasing the long-delayed self published book of mine, Five Simple Steps: Designing for the Web. Since I originally thought of writing my own book, producing it, and distributing it, I’ve been asked several times, ‘why not go with a traditional publisher?’

É uma área que me interessa bastante, até porque comprei o livro da Ellen Lupton, mal saiu, um para mim e outro para oferecer, que recomendo em complemento ao artigo de Boulton:

Indie Publishing, Ellen Lupton

Enfim… não se pode ter tudo, mas que ao menos se tenha o prazer “da coisa”:

Of course, there are advantages for a more traditional approach. As much as the process of writing and editing is painful, you can be assured of a good product at the end of it – even if it doesn’t sound like you. You don’t have to design it, typeset, proof (again, and again), artwork, production, delivery, customer service. There’s a lot that goes into publishing and I’m learning the hard way. But, it’s fun. The book is coming along nicely, and two weeks today, will finally be released.

It may not be a work of beautifully crafted prose. But it will be me. Warts and all.

image

Gestalt 101… http://www.andyrutledge.com/gestalt-principles-2-similarity.php

As Gestalt principles go, the principle of similarity would seem to be one of the simplest to grasp. It states things that are similar are perceived to be more related than things that are dissimilar. Simple enough, right?

image

Um link para um estudo muito, muito interessante, no seguimento da auto-publicação: http://bookpublishing.today.com/2009/02/03/book-industry-statistics-a-very-thorough-study/

Did you know that in 2007, 27% of Americans did not read a single book that year. Scary stuff.

8,000-11,000 new publishing companies are established each year. That’s a little more encouraging.

Via Twitter do Smartalecvt RT@Stephen Tiano

image

Paula Sher @ TED: Great design is serious (not solemn)

Via Graphikx

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 128 other followers

%d bloggers like this: