Design Gráfico no Porto er… em Portugal?

Screenshot 2019-02-22 01.09.44.png
“Mashup” descarado da capa da Slanted com o cartaz do Porto by Design ;)

Hoje de manhã, em conversa com um colega (que não foi, mas que bem podia ter sido meu professor!) trocávamos impressões sobre a “cena” atual de design gráfico do Porto e como os estudantes não têm a perceção dos estúdios de design atuais. Mas também fiquei aflito porque… também não sabia muitos nomes. Meti as mãos à obra e compilei uma lista de trabalho!

[update 1: 25 fev] só um update rápido: no Facebook e nos comentários deste post tem aparecido informação relevante e importante para corrigir, organizar e atualizar este post. conto fazer isso em breve! Não está esquecido. Só que entre aulas, aulas extra, aulas extra de aulas extra e gripes de fim-de-semana não deu ainda. Pacífica, United by, Oof, Burocratik, e muitos muitos outros estúdios e designers a acrescentar a partir do meu instagram…

[update 2: 28 fev] vejam o post que se segue para um update à lista e mais, e mais…

Isto é algo que, na nossa altura — sem grande acesso, ou sem grandes recursos online na Web —, era conhecimento que passava de boca-em-boca. A malta “do quinto ano” ia-nos dando umas dicas. E, muitas vezes os nossos professores traziam trabalhos de estúdios altamente como os dos Bárbara Says, que se podia comprar na livraria do CCB. Folhavam-se livros até ao final da ficha técnica, procuravam-se assinaturas em rodapés e laterais de mupis na rua. Era uma espécie de trabalho de detetive, que não deixava de ter piada…

Hoje, apesar do panorama ser muito diferente, consegui (claro!) dizer meia dúzia dos “suspeitos do costume” — os estúdios que admiro e que tenho sempre debaixo de olho. O Eduardo Aires, os R2, o João Faria, os Non-Verbal, o Sérgio Alves — que tive a honra de apresentar no 9ET. Mas também de “arredores” é impossível compreender e olhar apenas para uma zona de Portugal quando há estúdios reconhecidos internacionalmente que estão na vanguarda visual, como o(s) Burocratik, o FBA, a Joana Monteiro da zona centro (que é como quem diz Coimbra!). E, claro, alguns “prémios revelação” que estavam frescos na retina do Instagram. Nomes de malta, não exclusivamente do porto, mais nova do que eu (!) como a Inês Nepomuceno, a Maria João Macedo, o Sérgio Couto, a Márcia Novais — a nossa designer da FBAUP! —, a Raquel Rei, a Joana Pestana, o Hugo, o Tae, a Brígida Guerreiro — que gostava muito de conhecer em breve! —, enfim… assim de cabeça lembrei-me de uma série de nomes de “young-blood” designers (que, passaram pelos meus olhos no instagram há pouco, ou com quem estive pessoalmente há — literalmente — menos de dois dias!).

Hoje, o acesso à Internet está a distância de um braço. Pegamos no telefone e “zás”! Como todo e qualquer estúdio, ou designer que se preze tem um site, indexhibit, cargo, behance, ou instagram, o trabalho de pesquisa está muito facilitado! Mas, ao mesmo tempo, a pesquisa nestas plataformas é uma maratona de “information overload”. Isto porque a coisa não permite uma pesquisa organizada (nem eu tenho a coisa organizada como havia antigamente, no Google+, lembram-se dos círculos?).

A dada altura, chegou mesmo a haver um projeto para mapear os designers portugueses — creio que era o dizer.de/sign —, mas já não se encontra online. Teria sido perfeito para hoje. Depois de duas três pesquisas na minha lista de seguimento, queimei a pestana e desisti (o que me levou a fazer este artigo).

bydesign20cartaz20digital

Enfim. Comecei a listar o que tinha na cabeça, passei pelos catálogos e acabei na minha lista do Instagram. Ironicamente, os melhores recursos foram o catálogo da exposição “Design by Porto, Porto by Design” — grande exposição! — e a Slanted 27 que estavam aqui na estante.

O que se segue é uma lista, quase sem critério (tipo: fazem design gráfico ou web na zona do Porto — entram na lista; conheço e são uns tipos porreiros mesmo que mais longe do Porto? também entram ;) E não é uma lista política, partidária ou de “escola”.

Enfim. Não é uma lista totalmente verificada (a não ser por mim, agora, na medida do possível). Alguns nomes, apesar de conhecer não entraram porque não encontrei site ou conta. Não tem critérios de amostragem científica porque… bom , quem sabe ainda faço isto a sério com algum aluno de mestrado ou um projeto? (quero muito fazer isto para digital design studios em breve!)

Se me esqueci — de certeza que ficou alguém super óbvio de fora! —, ou se não estiver a fazer justiça a alguém peço desde já desculpa! Sinto que alguns dos meus amigos mais próximos me vão ligar em breve… Não fiz de propósito, não é desconsideração,… são 2h10, metade do nosso agregado familiar está doente e amanhã (ou melhor, daqui a pouco) tenho reuniões — a partir das 09h30! — para as quais ainda não me preparei!

Espero que seja útil, para quem estiver a pensar neste assunto, para quem quer fazer um levantamento, para quem anda à procura de trabalho,… E, se tiverem sugestões, ou se forem amigos do tempo da faculdade de quem já não sei há demasiado tempo — isto é para vocês Diogo O., Diana G., Sandra L. [update: ehehehe… à conta deste post agora já sei!], Joana F., Mariana A P., Renato ? [que o vejo na rua de vez em quando — tenho que saber o que ele a a turma dele andam a fazer… acho que a Joana Machado era da turma deles…?], o Pedro Messias…?! — deixem-me uma linha, um comentário, um email… É uma primeira lista. Quem sabe pode crescer, ou ir sendo atualizada?

Isto só me faz pensar que era mesmo porreiro fazer uma espécie de compêndio, ou anuário como o livro da AGI para os designers do Porto. Os sites vão e ficam, mas os livros cá estavam, preciosos, na estante! ;)

Senhoras e senhores, sem mais demora:

327 Creative Studio
Ana Areias
And Atelier
André Sousa (Moxy?)
Another Collective
Atelier d’Alves (Sérgio Alves)
Bolos Quentes (Sérgio Couto)
Bürocratik (Adriano Esteves e Bruno Rodrigues)
Carlos Azeredo Mesquita
Catarina Dantas
Catarina Garcia
Colönia
Diogo Rapazote
Dobra
DROP (João Faria)
DSType
Eduardo Aires (former White Studio)
FBA. – Ferrand, Bicker & Associados
Gen Design 
GSA Design (João Tiago Santos, Isabel Arouca & Lígia Magro)
Inês Nepomuceno
Item Zero / Tipografia Dias (Rúben Dias & Ricardo Dantas)
Joana Correia
Joana Monteiro (Clube dos Tipos)
Joana Pestana 
João Drumond
João Miranda
Kobu (Brígida Guerreiro… ei, afinal de contas o algarve é aqui ao lado ;)
Luís Cepa (… I know you from somewhere else…)
Márcia Novais
Maria João Macedo
Mariana Marques
Miew
Mindera
Musa
NH Design
non-verbal
Nor267
Nuno Maio (SVär?)
Óscar Maia
Oupas!
Pacífica (Pedro Serrão)
Paul Hardman
Pedro Nora
R2 Design
Raquel Rei
Rita Matos
Rui Abreu (Why not some really cool, award-winning, Lisbon based, Porto-trained type designers?)
Satori
Serafim Mendes
Sérgio Correia
Significa
Studio Bruto / João Santos
Studio Degrau
Studio Nuno Fontes
The Royal Studio
Tiago Pedras
V-A
Volta
Xesta

 

Advertisements

Author: Pedro Amado

Professor Auxiliar na Faculdade de Belas Artes Universidade do Porto lecionar Ferramentas Digitais, Web Design, Design de Interação e Creative Coding

3 thoughts on “Design Gráfico no Porto er… em Portugal?”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s